Balkan Syndrome

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A Organização das Nações Unidas anunciou na quinta-feira ter encontrado provas de radioatividade em oito dos 11 sites testados no Kosovo depois de terem sido atingidas por munições NATO com urânio empobrecido durante bombardeamentos de 1999.

A descoberta da radioatividade nos locais foi um achado preliminar de testes ainda em curso em laboratórios na Suécia, Suíça, Itália, Grã-Bretanha e na Áustria pelo Programa Ambiental da ONU (UNEP), um porta-voz da ONU disse na sexta-feira.

"Os resultados finais só serão conhecidos quando o relatório do PNUMA é publicado em 2001, mas não há evidências preliminares suficiente para chamar de precauções quando se lida com urânio empobrecido usado ou com os locais onde essas munições possam estar presentes", disse o porta-voz Stephane Dujarric.

NATO tem estado sob pressão crescente de vários governos europeus sobre os créditos que o urânio empobrecido usado em armas da OTAN tinha causado a morte ou doença entre as forças de paz dos Balcãs, uma condição chamada de "síndrome dos Balcãs".